Tecnologia: Centro integrado de Formação Tecnológica parceiro na formação profissional

Tecnologia:  Centro integrado de Formação Tecnológica parceiro na formação profissional

 Luanda – A ministra do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, apontou hoje, em Luanda, o Centro Integrado de Formação Tecnológica (Cinfotec) como um parceiro muito importante no tocante à formação profissional voltada para os cursos técnicos, cuja carência se faz sentir em Angola.

 
Maria Teixeira fez esta consideração na abertura do workshop sobre “Formação Profissional Tecnológica em Angola: Realidades e Perspectivas”, em alusão ao 2º aniversário do Cinfotec.
 
Para a ministra, é notório o esforço que o Ministério da Administração Pública Emprego e Segurança Social (Mapess) está a desenvolver através do Cinfotec, cujas linhas de acção estão voltadas para os cursos tecnológicos de curta, média e longa duração e com programas técnico-profissionais em áreas consideradas estratégicas para o país.
 
“Os cursos destinam-se à melhoria contínua do padrão de qualidade e produtividade da indústria nacional, prestação de serviço e consultoria, pontos fulcrais para o desenvolvimento económico e social de Angola”, asseverou.
 
Segundo Maria Teixeira, deve-se, deste modo, reconhecer a relevância do papel que o Cinfotec desempenha no contributo para a formação dos angolanos, de forma a permitir a realização de um dos direitos fundamentais do homem, o direito a um emprego.
 
Para o Ministério do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia, disse a ministra, constitui uma satisfação saber que o centro de formação está a estabelecer prioridades de formação profissional, criando as condições institucionais, em recursos humanos, para um maior estímulo à inovação, por meio da aprendizagem do processo de transferência de conhecimento, para a geração de produtos e processos.
 
O Cinfotec foi criado a 02 de Setembro de 2008. É um empreendimento do Governo angolano que visa apoiar o desenvolvimento do país, com foco na formação profissional técnica e tecnologia, numa iniciativa do Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (Mapess).
 
O centro comporta 16 salas de aulas para até 50 estudantes cada, duas para vídeo-conferência, 22 laboratórios, sendo 15 para ensino teórico e sete com foco em serviço tecnológico, um infocentro com 28 computadores e uma biblioteca com sala de estudos em grupo e para leitura individual.
 
 
Fonte: Angop

Comentario

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!