Sam Nujoma manifesta agradecimentos a José Eduardo dos Santos

Sam Nujoma manifesta agradecimentos a José Eduardo dos Santos

 Luanda – O antigo Presidente namibiano, Sam Nujoma, manifestou hoje, em Luanda, ao Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, o seu "profundo agradecimento" pelo contributo prestado à independência do seu país. 

 
Este facto ocorreu numa audiência, de pouco mais de uma hora, que José Eduardo dos Santos concedeu a Sam Nujoma no Palácio Presidencial à “Cidade Alta”. Tratou-se de um "encontro excelente", disse a jornalistas no final do mesmo, onde "exprimimos o nosso apreço e gratidão ao Presidente José Eduardo dos Santos pelo apoio diplomático e material para a causa da libertação da Namíbia". 
 
Recordou que Angola foi confrontada por acções militares do antigo regime do apartheid por causa dos apoios que concedia aos nacionalistas namibianos. "Agora que estamos politicamente livres, (…) que temos a liberdade política, trabalharemos em conjunto realizando, entre outras tarefas, pesquisas científicas para pudermos explorar os recursos que temos para o benefício dos nossos povos",  acrescentou. 
 
Sam Nujoma veio ao país para participar no terceiro Encontro Africano de Solidariedade com Cuba, realizado no último fim-de-semana, que expressou a sua gratidão ao Chefe de Estado angolano, pelo seu firme apoio ao povo desta Ilha. 
 
Samuel Daniel Shafiishuna Nujoma (Sam Nujoma) nasceu a 12 de Maio de 1929 e foi o primeiro Presidente da Namíbia. 
 
Filho de camponeses, foi um dos grandes incentivadores da sua independência, em 1990, como líder da Organização dos Povos do Sudoeste Africano (SWAPO), que durante trinta anos lutou contra os colonialistas britânicos e a ocupação do regime minoritário sul-africano, na época denominado apartheid.
  
Foi substituído pelo actual Presidente namibiano, Hifikepunye Pohama.
 
 
Fonte: Angop

Comentario

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!