Presidente Obama desafia Irão a cumprir com as suas responssabilidades

Presidente Obama desafia Irão a cumprir com as suas responssabilidades

 Presidente Obama afirmou que o Irão terá que responder pelo facto de não cumprir com as suas responsabilidades enquanto membro da comunidade internacional.

 
O presidente Obama afirmou que as sanções das Nações Unidas aprovadas este ano contra o Irão por causa do seu controverso programa nuclear, demonstram que a lei internacional não é palavra morta. 
 
Num discurso perante a assembleia-geral das Nações unidas em Nova Iorque, o presidente Obama afirmou que o Irão terá que responder pelo facto de não cumprir com as suas responsabilidades enquanto membro da comunidade internacional.
 
Acrescentou que apesar da porta da diplomacia continuar aberta, o Irão deve demonstrar que o seu programa nuclear tem objectivos meramente pacíficos. Muios países acusam o Irão de estar a tentar fabricar armas nucleares acusações essas repetidamente negadas por Teerão.
 
O presidente americano apelou igualmente à comunidade internacional para que conceda o seu apoio ao processo de paz israelo-palestiniano de modo a que possa concluir-se um amplo acordo no prazo de um ano.
 
“ O conflito entre israelitas e palestinianos, disse Obama, é tão velho como esta instituição. E, podemos voltar aqui dentro de um ano, tal como o fizemos nos últimos 60 anos e fazer longos discursos sobre essa questão.”
 
Obama acrescentou que os países que apoiam um estado palestiniano independente devem deixar de tentar destruir Israel e conceder apoio politico e financeiro à Autoridade Palestiniana. Reiterou igualmente a posição da sua administração de que Israel deve alargar a proibição da construção de novos colonatos nas terras que os palestinianos querem incluídas no seu futuro estado.
 
O presidente palestiniano Mahmoud Abbas e o primeiro-ministro israelita  Benjamin Netanyahu recomeçaram conversações directas  no inicio do mês em Washington. Contudo as negociações parecem ter chegado a um impasse por causa da recusa de Israel de prorrogar a moratória da construção de colonatos na margem ocidental que deverá caducar na próxima semana. Abbas ameaçou deixar a mesa de negociações caso recomecem as construções.
 
 
Fonte: Voa

Comentario

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!