O fim de Koffi Olomidé? - Sousa Jamba

O fim de Koffi Olomidé? - Sousa Jamba

 

A imprensa anglófona africana está cheia de histórias da procura do cantor congolês Koffi Olomidé pela a justiça fran­cesa. Ele é acusado, entre várias ofensas, de rapto, violação e tor­tura de menores. A Interpol esta envolvida no caso. 
 
Há duas semanas, Koffi Olomi­dé esteve na Zâmbia, onde fez vá­rios concertos a caminho da Áfri­ca do Sul. Segundo vários relatos, o artista soube que a Interpol iria prender-lhe e foi obrigado a fu­gir. Ele atravessou a fronteira da Zâmbia com a República Demo­crática do Congo pela mata. Este senhor, que a um certo momento foi descrito como o maior artista do continente africano (homem que era recebido em certos países africanos como se fosse um Chefe de Estado), tinha agora que re­correr aos caminhos do mato dos contrabandistas de açúcar. Há mesmo quem diga que a sua car­reira internacional chegou ao fim. 
 
É que antes mesmo da sua che­gada já havia agitação na África do Sul, país onde os direitos das mulheres estão cada vez mais no topo da agenda nacional. Quan­do um concorrente ugandês ao «Big Brother» deu um soco numa menina que lhe incomodou, o pu­blico sul-africano insistiu que ele deveria sair de imediato do pro­grama. As manifestações contra Koffi Olomidie na África do Sul iriam, sem dúvida, fazer manche­tes internacionais. 
 
Koffi Olomidé sempre assumiu a postura de um grande, como se diz em inglês, «Ladies Man» ou «Homem das Senhoras». Segundo vários artigos sobre ele na Inter­net, muitas mulheres africanas pensam dele como um amante perfeito. (No Ocidente, muitas mulheres vêem-no como um tra­vesti, por causa da ornamentação excessiva dos seus trajos). Koffi sempre apresentou o seu acto como um empreendimento onde as meninas – as famosas Koffietes – estavam não só prontas a dan­çar libidinosamente, mas também com uma extensão do seu harém. Muita gente compra os DVD’s de Koffi Olomide porque tem-se a noção de que ele tem mesmo re­lações sexuais com as suas dan­çarinas. Mas, para esta encenação ter alguma acidez, as meninas tem que ser cada vez mais jovens e atraentes. 
 
Nas acusações das autoridades francesas, diz-se que Koffi tinha relações sexuais com meninas entre quinze e dezassete anos – muitas das vezes altamente maso­quistas. O grande amante poderá, afinal, por detrás das cortinas, ser um verdadeiro monstro. Segun­do certos sites congoleses, Koffi Olomidé teve uma discussão em pleno palco com Cindy Le Couer, uma das suas cantoras, que agora passou a ser cada vez mais conhe­cida. Diz-se que Cindy começou a discutir com o homem depois dele ter criticado, de uma forma muito incivilizada, as dançarinas. Eu acho que muitos homens afri­canos adoram Koffi Olomidé pelo seu machismo – cá está um ho­mem que vai ao palco altamente certo do seu valor. O mundo fica à volta de Koffi Olomidé; as mu­lheres são, apenas para lhe apoiar. 
 
O falecido cantor nigeriano Fela Kuti também tinha uma ati­tude muito machista em relação às mulheres. Fela não fazia ne­nhum segredo de que dormia com elas. Em 1982, Fela casou-se com vinte e sete das suas dançarinas duma só vez. Ele, deve-se dizer, gostava de mulheres maduras; era tão boémio que entre as vinte mulheres figuravam antigas se­nhoras da noite. Soube-se, even­tualmente, que toda a gabarolice à volta da virilidade de Fela Kuti não era nada mais do que espec­táculo. Muitas das mulheres de Fela revelaram, eventualmente, que ele não era o grande amante que dava a entender ao mundo. Ele acabaria por morrer em 1997, vítima da Sida. 
 
Voltemos, porém, ao nosso Koffi Olomidé. Acompanhei de perto a sua carreira internacio­nal, ele que era muito popular na comunidade dos «congo-angola­nos» em Londres, onde vivi nos anos 80 e 90. Nos anos 80, nos encontros africanos em Londres, a música dele predominava. Koffi, dizia-se, era muito diferente dos outros músicos congoleses por­que tinha uma formação sólida. Na verdade, ele tem uma licen­ciatura em Economia a partir de uma universidade francesa. Foi, também, o momento que muitos mitos à volta dele começaram a surgir. Por exemplo, diz-se que ele tem um Mestrado em Matemáti­ca a partir de uma universidade em Paris. Duvido a veracidade deste facto. A um tempo passou-se a dizer que Koffi Olomidé era um dos principais accionistas da Coca-Cola em Atlanta. Já assisti a vários concertos seus em Londres e na Bélgica. Eram grandes es­pectáculos, nos quais as pessoas, muitas delas bastante pobres, se vestiam de uma forma altamente extravagante. 
 
Passei, porém, a ter um des­conforto marcado por um acto de Koffi Olomidé num concerto em Tottenham, subúrbio de Londres. A certo momento, as suas dança­rinas começaram a exibir-se. Não só elas eram muito jovens, como a sensualidade das suas danças eram quase pornográficas. Mar­tin Sinnock, o jornalista ameri­cano que segue de perto a música congolesa, escreveu, em 2001, que quando viu as dançarinas que Ko­ffi tinha trazido para os Estados Unidos, o que mais lhe marcou foi o facto de que elas eram muito jovens. Sinnock escreve que Koffi Olomidé não conseguiu captar grandes fãs americanos, como ele sonhava, porque muitas pessoas não estavam confortáveis com a juvenilidade das suas dançarinas. Alegou-se já na altura que Koffi estava a explorar crianças. 
 
É que houve um tempo, quando Koffi Olomidé estava no topo da sua carreira, quando este artista congolês era altamente arrogan­te. No continente africano, muita gente passou a tratá-lo com muita deferência, o que não ajudou as coisas. O homem, como várias ve­detas, passou a ter a ilusão de que estava acima dos valores normais. Quando as meninas que tinha levado para a França recorreram às autoridades alegando, que ele estava a abusar delas, Koffi ame­açou as suas famílias em Kinsha­sa. Para ele, tratava-se, aqui, do « droit du seigneur», ou o direito do chefe para ter relações com as suas subordinadas. 
 
Para alguém que sonhava ser reconhecido por uma audiência não necessariamente africana, o seu orgulho não ajudava as coisas. Uma vez, antes de um concerto, Koffi foi aproximado por um jor­nalista do matutino londrino The Evening Standard. O jornalista parece não ter feito uma pesqui­sa para saber quem, exactamente, era Koffi Olomidé. Ele achou as suas questões simples demais e mandou-lhe embora. O jornalista assistiu ao concerto, que descre­veu como péssimo – o equivalen­te auricular de ter que correr uma maratona com bolhas nos pés.
 
Não há dúvida que o sonho de Koffi Olomidé era ser como um Youssou Ndour. O cantor senega­lês é altamente respeitado no Oci­dente. Nos Estados Unidos, gente com poucas ligações ao continen­te africano vão sempre aos seus concertos porque musicalmente Ndour é mais versátil. É tam­bém muito serio e sempre figura em qualquer iniciativa de luta contra a Sida, malária ou pobre­za. Na Youtube, as entrevistas de Youssour Ndour são interessan­tíssimas. 
 
As entrevistas do Koffi, porém, confinam-se a supostos atritos entre ele e outros cantores, como Papa Wemba, Fally Ipupa, etc.. Recentemente, quando es­teve na Zâmbia, Koffi Olomidé, este suposto grande intelectual, deu várias entrevistas, nas quais não disse mesmo nada. Cedo ou tarde, ele vai ter que dizer muito à justiça francesa.  
 
Fonte: SA
 

 

Comentario

Cialis Contraindicaciones Alcohol Stevabusty

Keytgon | 25-02-2020

Cialis Tabletas Recubiertas [url=https://buyciallisonline.com/#]Cialis[/url] Isotretinoin Free Shipping <a href=https://buyciallisonline.com/#>Buy Cialis</a> Cialis India Pharmacy

koffi olomide

Leila Chicota | 26-07-2016

Olha minha gente, vamos deixar de murmurios que uma coisa é certa é, o koffi deve ser um fogo na cama, nem imagino o que ele carrega debaixo das calças, ui, ui, ui ate me derreto toda so de imagina.

Koffi

Leo | 10-07-2011

Acredito eu q isso passa apenas de mexeriquise por parte d imprensa

koffi olmide

garry | 19-04-2011

soki olingi totnga makambo na yo liboso kende kosokola nzoto na yo koffi oyo ya biso olingi emporte coin.tika moto na biso

KOFFI OLOMIDE

SUZETE KOJ | 16-03-2011

NAO ACREDITO NESTA MENTIRA

Koffi Olomidé

mvemba/amar | 23-11-2010

Eu, acho que por detrás desta lengalenga toda deve haver influencias de certos artistas a querer sujar o nome do Homem ou q pretendem abafar o sucesso Gentelman. Tudo politica de negócios Já houve historia idéntica com SHUNGA WEMBADIO" PAPA WEMBA". Pergunto onde parou ? Deixem o Homem em Paz.Viva a musica. Força Koffi sou admirador seu.

koffy olomide

sita combo | 10-11-2010

eu sou angolano da provicia de cabinda. eu quero diser
que deixam amusica em paz porque sem o koffy nao a musica.porfavor

Belgica-Antwerpia

Anonima | 14-10-2010

Koffie é o rei da musica africana u sou mulhe e amo o koffie quem dera um dia fazer sexo com ele com muitos fetiches a mestura viva koffi.

KOFFI E A JUSTIÇA

Morais da Costa | 13-10-2010

Deixem o homen cantar, pois ele até emprega as mulheres que são aqui declaradas como vítimas de sedução. Portanto, é melhor caçar os terroristas, corruptos e traficantes de droga, que impedir a voz de um homem que admiramos bastante. "Let Koffi in peace and get Bin Laden"

Koffie é 7 estrelas

Soba do jango | 11-10-2010

Koffie é o maior, o defeito dele de gostar muito de mulheres é normal, todo homem tem esse defeito e a culpada sao as mulheres por serem tao doces como mel :)

kofie on the run...

joao paulo | 10-10-2010

Eu como sulano nao tenho muita afinidades com kofie olomide,os concertos(e tambem a musica em certa maneira)dele me fazem lembrar o grupo "funk" atomic dogs(nao acredito que muita gente aqui saiba quem eram eles a nao ser verdadeiros conhecedores de musica),parece que eram uma autentica orgia de tudo um pouco(se calhar nos concertos de kofie nao havia uso de tantas drogas como nos atomics),pra mim tava de caras que por traz daquele "carnaval" todo havia muita coisa que nao prestava,bem,como o jamba disse e bem,kofie olomide e mais popular na comunidade angolana-congolesa e eu por "coicidencia" sempre assisti os videos(nunca fui a um concerto)dele na companhia deles e se fizesse um comentario sobre a idade das damas(algumas notava se muito bem que eram bem novas)recebia como resposta que eu era atrazado,que nao entendia patavina nenhuma de tradicoes e musica tipicamente africana,que fosse escutar o assimilado bonga e observacoes do genero,agora esta ai o resultado...

Re:kofie on the run...

gugu | 10-10-2010

mas que relaçao tem a ver o facto de seres "sulano" com o koffi olomide? deixa de ser tribalista que somos todos africanos ora essa. o koffi animou varias festas em angola com as suas musicas, o facto de ser ngombidi é natural, a culpa nao é dele sao as mulheres que lhe seguem...

Re:Re:kofie on the run...

joao paulo | 10-10-2010

Eu nao disse que o facto de ser sulano tem alguma coisa a ver com eu gostar de kofie ou nao,um dos meus artistas africanos preferidos e o falecido olivier ngoma que era quase da mesma zona que o kofie,o que eu queria dizer e que o kofie e mais popular entre os angolanos-congoleses...isso e ser tribalista??

Re:Re:Re:kofie on the run...

gugu | 10-10-2010

nao é ser tribalista mas ai cometes um grande erro. eu nao sou angolano-congoles, sou angolano mas gosto do koffi. amigo, o koffi é uma estrela musical a nivel do continente africano, nao se precisa ser 50% congoles para se gostar dele, ate o propio zedú gosta do koffie nao ves como o koffie é recebido sempre que vai para angola ó rapaz?

Re:Re:Re:Re:kofie on the run...

joao paulo | 10-10-2010

Amigo,se tu e o zedu gostam de koffie o problema e vosso,se e recebido como sei la como quando em angola isso nao e meu problema,se e uma estrela a nivel africano nao tenho nada a ver com isso,mas que ele e mais popular nos angolanos-congoleses do que no resto de angola isso ele e!!aonde e que esta a maka?quem gostar dele que goste,no sul ele nao e assim tao popular e ponto final...

Re:Re:Re:Re:Re:kofie on the run...

gugu | 11-10-2010

voce deve viver fora do país so pode. e no sul ele nao é tao popular como em luanda porque ai no sul voces quase nao tem acesso a nada! o koffie tem popularidade em toda angola.

Esposo de 3 mulheres

Rafael | 10-10-2010

É natural que um homem tenha ou queira ter varias mulheres e isso nem devia ser crime.O rei salomao bateu o recorde e teve mais de mil mulheres...devia-se era perguntar ás mulheres o porque elas seguem tanto o nosso dinheiro ou o nosso poder.Se mudassem de atitude acredito que nós os homens seriamos mais monogamicos ao em vez de poligamos.

fan do koffi

sita nicole sinkuana | 10-10-2010

o koffie é granda player mas ele nao comete crime nenhum quando dorme com miudas de 14-16 anos, elas gostam elas é que pedem porque a mulher é um ser geneticamente interesseiro e super tesudo. qto mais fama e poder o homem tem e uanto mais dinheiro mais atraente ele se torna para as mulheres, a mulher adora ser dominada pelo homem esta nas veias dela, o koffi para mim continuará a ser sempre o maior, ele é o gigante da musica africana!

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!