Governo do MPLA aumentou hoje os preços da gasolina e do gasóleo

Governo do MPLA aumentou hoje os preços da gasolina e do gasóleo

 Os preços dos combustíveis em Angola sofreram hoje um aumento, com a gasolina a custar 60 kwanzas (0,5 euros) o litro, contra os 40 Kwanzas (0,3 euros) anteriores, e o gasóleo a atingir os 40 kwanzas os litro, contra os 29 kwanzas praticados até agora (0,25 euros), anunciou o Governo. 

 
Num comunicado, o Ministério da Coordenação Económica de Angola divulgou hoje ao público a nova tabela de preços dos combustíveis, que já entrou em vigor. 
 
Com este aumento, o executivo angolano diminuiu em oito por cento a sua despesa para este ano. 
 
No documento, o Ministério da Coordenação Económica explica que este ajustamento dos preços dos combustíveis foi feito com base no Orçamento Geral de Estado 2010 revisto, que aprovou a redução dos subsídios aos combustíveis. 
 
Em declarações à Rádio Nacional de Angola, o director nacional para as políticas macroeconómicas, Carlos Panzo, disse que de Setembro deste ano a Setembro de 2011 o impacto de redução nas despesas com subsídios, será de cerca de 20 por cento. 
 
“Se nós olharmos numa óptica de 2010 vamos verificar uma redução no envelope de despesas na ordem dos oito por cento e este é o ajustamento que o executivo trás a conhecimento do público”, disse 
 
Carlos Panzo referiu ainda que o executivo angolano pretende com essa redução na subvenção aos combustíveis passar a dispor de mais recursos para fazer mais investimentos na área social, nomeadamente, na educação, saúde e assistência social. 
 
“Um subsídio tem a característica de ser distribuído para todos, sem ter em conta quais os rendimentos do seu destinatário. O objectivo do Governo é passar a dispor de mais recursos para continuar a fazer todas essas iniciativas que são dirigidas para aquelas camadas carenciadas”, salientou. 
 
O executivo angolano gasta cerca de 4 mil milhões de dólares anualmente com a subvenção aos combustíveis, um valor equivalente a seis por cento do Produto Interno Bruto (PIB). 
 
 

Fonte: NL

Comentario

Aumento dos Precos usa os Contribuintes e nao so como Bode espiatorio e transforma-nos abusivamente em "Tapo-Burracoes" dos desfalques do regime cleptocratico do imperador Ze

Mbindi | 13-09-2010

Esta ignicao ao disparo dos Precos (nao finjam esquecer o efeito domino numa tal decisao), so beneficia os Garimpeiros institucionais do Tesouro nacional, que de nacional so tem o nome, por na realidade ser uma propriedade privatizada do Clan Jose Eduardo e seus Lambe-botas.

Quando o Petroleo estava em alta, os mesmos Malabaristas e aprendizes Feiticeiros disseram-nos que iriam encaminhar os sobre-valores para o sector social e pagamento da interminavel e sempre crescente divida externa( Agora esta em alta na mesma).

Deveriam Primeiro stabilizar os Precos, Balancear e ou adequar os Salarios ao custo de Vida.

Angola em geral e Luanda em particular e a (nao e uma das Capitais) Capital do Mundo a MAIS CARA (Numero 1).

Para mim estas Subvencoes bandidas a Macons, Angostrals, Uniteis, etc... deveriam parar.

As embaixadas, Multinacionais petroliferas e outras que faturam cifroes astronomicos em troca de servicoes descartaveis e nao so(incluindo as empresas do Clan Eduardo dos Santos tais novos Garimpeiros Petroliferos e de outros minerais), deveriam-se-lhes cobrar muito mais das diversas formas;

ou seja: os Impostos, a obrigacao de empregar nacionais ate certas categorias, a obrigacao de participacao em esforcos sociais, a obrigacao de reinvestimento duma certa pertencagem dos lucros ca dentro do Pais, formacao de Quadros, etc....

Para as embaixadas e organizacoes internacionais nao-humanitarias:
Pagamento dum preco diferenciado (ao alto) dos combustiveis e outros derivados, com postos proprios a serem instalados pela Sonagol, exclusivamente...

Muito se podia esbocar, mas falar para o Vento, nao adianta porque os astutos donos do poder nao possuem Timpanos nem Coracoes, muito menos um Cerebro saudavel...

6% do valor de PIB...

Cabuço | 11-09-2010

6 por cento do valor do PIB é um peso enorme a economia angolana, foi um corte nos subisidios muito bem feito. Agora pede-se que o partido no poder de facto direccione estes recursos financeiros para as areas a que faz referencia com a devida responsabilidade.

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!