Em relação á mini-remodelação governamental

Em relação á mini-remodelação governamental

 

A ausência de Manuel Nunes Júnior(na foto) do executivo angolano é a nota mais significativa da remodelação parcial feita pelo Presidente José Eduardo dos Santos.
 
Um comunicado da Casa Civil do Chefe de Estado angolano anuncia apenas que o até então Ministro de Estado para a Coordenação Económica “vai exercer funções de relevo noutra instituição”.
 
O decreto presidencial extinguiu o Ministério de Estado para a Coordenação Económica, criando no seu lugar, o Ministério da Economia.
 
Abraão Gourgel, foi designado titular da pasta, deixando o Banco Nacional de Angola. Job Graça, antigo secretário para a coordenação económica, passa a exercer as funções de vice-ministro do Planeamento para a Área Macroeconómica.
 
O novo Governador do Banco Nacional de Angola é José de Lima Massano.
 
A Casa Civil liderada por Carlos Feijó sai reforçada, passando a presidir à Comissão Económica Permanente do Conselho de Ministros.
 
O recém-criado Ministério da Economia detém as funções de formulação, coordenação, execução, avaliação e transmissão da política do Executivo sobre as medidas de estímulo e fomento da actividade empresarial pública e privada.
 
Passa igualmente a assegurar as normas que regem a concorrência entre os agentes económicos e as políticas de superintendência e controlo da gestão, que contribuam para que as empresas do sector empresarial público criem valor acrescentado em condições de máxima eficiência.
 
 
Por seu lado, José António Martins é o novo ministro do Interior, sucedendo a Roberto Leal Monteiro “Ngongo”, exonerado compulsivamente.
 
Quanto às Forças Armadas, o general Geraldo Sachipengo Nunda, passou a assumir a chefia do Estado-Maior General, substituindo o general Francisco Pereira Furtado. O novo Chefe Estado Maior Adjunto passa a ser o general Jorge Barros Nguto.
 
 
Apostolado
 
 
 
 

Comentario

Desgovernacao Angolare do Soba Santoca e sua Cararilha

Novo | 08-10-2010

ESPERO QUE NAO ESTEJA A METER MEDO A NINGUEN!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!





VAMOS REENCAMINHAR PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS, E PEDIR A QUEM DE
DIREITO PARA TOMAR MEDIDAS!! ISTO TEM DE CHAGAR AO SR. MINISTRO DOS
TRANSPORTES!!

Exmos. Senhores
Sou um Piloto da TAAG Angola Airlines no activo. Escrevo estas linhas
com o intuito de chamar a atenção a quem direito sobre algumas graves
não - conformidades e continuas violações operacionais.

Lamento ver-me obrigado a não assinar este pequeno documento por
temer as “habituais” represálias. Infelizmente, a TAAG é neste momento
uma empresa aonde o trabalhador não tem direito de usufruir do livre
uso da palavra. Quem diz a verdade, quem actua em conformidade com os
regulamentos e normas em vigor, chama a atenção as chefias sobre o
contínuo desrespeito desses mesmos regulamentos (desde normativas
internas até Decretos Lei da Aviação Civil) pondo continuamente em
risco a segurança do transporte aéreo (Passageiros, carga e meios
aéreos e terrestres) é de imediato rotulado de “não colaborador”, é
segregado e, em alguns casos, ameaçado com punição severa por “estar a
complicar e sabotar a operação da Companhia”.
Estando integrado na Direcção de Operações de Voo (DOV), vou abordar
somente questões relativas ao funcionamento da mesma, não abordando os
demais problemas relativos a outros departamentos da Companhia.

Gostaria de chamar a atenção a alguns factores tais como:

A) Relação Administração - Pilotos: Tem-se constatado há bastante
tempo, sendo considerado já um hábito, o atraso na saída dos voos,
quer nacionais como internacionais, demonstrando um contínuo
desrespeito pelo passageiro (com consequências comerciais negativas
daí adjacentes). Estes atrasos são causados maioritariamente por falta
de Pessoal Navegante Técnico/Cabine e problemas técnico – operacionais
revelando uma grande incompetência por parte da DOV. Regista-se uma
constante pressão, sendo esta inadmissível, por parte da Administração
sobre os Senhores Comandantes para que estes operem os voos com Folhas
de Carga mal calculadas, com Itens pendentes expirados na MEL, que
excedam o período máximo de trabalho da tripulação ou até que se opere
com tripulação de cabine em numero reduzido devido as constantes e
preocupantes faltas ao trabalho.

B) Composição da DOV: Com a nomeação do Conselho de Administração
presidido pelo Sr. Dr. Pimentel Araújo, constata-se que a maioria dos
Srs. Comandantes com cargos de chefia na DOV é proveniente da Empresa
Transafrik, sendo os mesmos de confiança do Sr. Dr. Pimentel (que
exerceu no passado as funções de Administrador desta Companhia Aérea).
Gostaria de relembrar-vos que estes Srs. Comandantes exerciam funções
de chefia nessa empresa, a qual operava (ainda opera?) no “total”
desrespeito das normas e regulamentos, no limiar da ilegalidade, sendo
a segurança de voo a sua última preocupação como Companhia aérea.
Convido os interessados a consultarem o testemunho do Sr. Comandante
João Amaral e de outros Comandantes em vídeo publicado no site
www.youtube.com (basta colocar na janela de procura a palavra
("transafrik”) sobre a operação (ex: é relatado no mesmo, que os
pilotos, alguns dos quais membros da actual DOV da TAAG, chegavam a
voar 300 Horas/mês sendo o limite máximo mensal estabelecido por lei
de 100 Horas! …)

Director de Operações de Voo: Comandante Mário Bravo – Piloto
reformado da função de Comandante de Linha (sem nunca ter exercido as
funções de Instrutor de voo) por ter atingido a idade limite de 60
anos. Tem demonstrado grande incompetência para lidar com as exigentes
necessidades operacionais diárias da TAAG. Nunca efectuou qualquer
curso de formação necessário para exercer este cargo. Tem parcos
conhecimentos da Língua Inglesa.

Piloto Chefe: Comandante J.F. Chagas – Ex Piloto Transafrik, teve um
acidente grave no aeródromo do Lobito com aeronave “Casa” da Força
aérea Angolana com perda total da mesma.

Chefe de Frota B777: Comandante Horácio – Piloto reformado (60 anos de
idade) da função de Comandante de Linha. Chamo a atenção que de acordo
com a regulamentação TAAG e INAVIC (Instituto Nacional Angolano da
Aviação Civil), este Comandante NÃO pode exercer estas funções por
estar reformado. Isto é uma violação flagrante das normas e
regulamentos implementados! Este mesmo Comandante esteve envolvido em
alguns acidentes aéreos tendo sido causados por incompetência do Piloto:

1- Acidente com aeronave Hércules C130 no aeródromo do Luena.
2- Acidente com aeronave B737, durante a aterragem raspou com um
dos motores na pista do aeroporto de Harare.
3- Acidente com aeronave B707, durante a aterragem raspou com os
motores do lado esquerdo na pista do aeroporto de Saurimo.
4- Acidente com aeronave Fokker F27 no aeroporto do Sumbe
resultando na perda total da aeronave.
5- Acidente com aeronave B747 no aeroporto de Paris (LFPG),
efectuou uma aterragem no meio da pista tendo por consequência a saída
da aeronave da pista (TAAG penalizada em mais de 1.000.000,00 USD,
fora prejuízos causados a aeronave) cujas fotos da sua aselhice correram a internet.

Em voo de espera sobre a cidade do Rio de Janeiro-Brasil, por pouco não colidiu
com a conhecida estátua do Cristo-Rei, dada a sua gritante incompetência.

Director de Instrução: Comandante Saul – Ex Piloto Transafrik, teve um
acidente com aeronave Antonov-26 da Força Aérea Angolana com perda
total da aeronave.

Director de Safety: Comandante Couchat – teve um acidente com aeronave
Fokker F27, durante a aterragem partiu o trem de aterragem por ter
aterrado antes da pista do aeroporto do Dundo.

Director de Qualidade: Comandante Sopas – Ex Piloto Transafrik, é
Comandante de Linha de B737-700, esta “proibido” de voar para o espaço
aéreo Sul-Africano como Comandante por ter cometido graves
constrangimentos a operação normal por incumprimento de regras
operacionais.

Subdirector de Instrução: Comandante Calembe – Ex Piloto Transafrik,
exerce também as Funções de Piloto Instrutor de voo B737-200, é
conhecida a sua falta de serenidade e demonstra medo em situações de
voo em mau tempo/turbulência. Teve um acidente com aeronave B727,
aterrou com excesso de rate de descida na pista do aeroporto de Luanda
originando a ruptura da aeronave em duas partes originando a perda
total da aeronave.

Instrutor de voo: Comandante Pedro Neto – Comandante/Instrutor de voo
B737-200, acidente com aeronave B727 no aeroporto do Luena com perda
total da aeronave.

Comandante João Rodrigues – Comandante de linha de B777, acidente com
aeronave B727, aterrou antes da pista do aeroporto do Huambo
resultando na perda total da aeronave.

Comandante Frazão - Comandante de linha de B777, acidente com aeronave
Hércules C130, partiu o trem de aterragem por ter aterrado antes pista
no aeroporto do Luena com perda total da aeronave.

Comandante Narciso – Comandante de linha B737, acidente com aeronave
Fokker F27, partiu o trem de aterragem por ter aterrado antes da pista
no aeródromo do Sumbe.

Comandante Nelson – Comandante B737, acidente com aeronave B727,
partiu o trem de aterragem por ter aterrado antes da pista do
aeródromo do Nzagi com perda total da aeronave.
Todo o Piloto acidentado, não poderá reunir as condições necessárias a
desempenhar qualquer função de chefia ou ser nomeado Instrutor de voo
numa Companhia aérea de Prestigio e referencia, neste caso, Companhia
aérea de Bandeira.
É de notar que todos os acidentes foram alvo de Inquérito por parte do
Inavic, fazendo parte do registo e estatística da Autoridade e que
conheceram recomendações. Estas recomendações foram ocultadas e nunca
cumpridas pela TAAG, demonstrando o total desrespeito pelo Órgão Reitor.

C) Tempos de trabalho: Apesar de a TAAG ter adquirido software
sofisticado para elaboração de escalas para o Pessoal Navegante
(Pilotos e Assistentes de bordo) continua-se a trabalhar como se ele
não existisse. A escala da frota B737 é feita “diariamente” ?!! e não
mensalmente como ocorre já na frota B777 (com algumas insuficiências).
O Tripulante não consegue ter uma vida particular estável, não
consegue programar actividades extra laborais porque “nem sabe o que
vai fazer amanhã”. Ainda tem que gastar “o seu saldo” diariamente para
telefonar para escalas ou então, tem que se deslocar todos os finais
de tarde as instalações da DOV no aeroporto 4 de Fevereiro para saber
o que vai fazer no dia seguinte. Isto é inadmissível!

Gostaria de chamar a atenção as constantes violações dos tempos de
trabalho/descanso, nomeadamente por parte dos pilotos devido a falta
de tripulações. Como referi antes, o Piloto é constantemente vítima de
“assédio moral” pelas escalas e administração para voar violando os
regulamentos com desculpas tipo: Sabemos que já queimou o seu tempo de
trabalho mas se não for fazer o voo proposto o mesmo será cancelado,
com os passageiros desse voo já embarcados...

As próprias chefias violam estas normas. Quando um Piloto exerce
funções em terra (escritório) não pode ir voar a seguir pois o tempo
de trabalho em terra conta como se este estivesse a voar. Já
testemunhei dois casos: a) O Piloto Chefe Comandante Chagas
apresenta-se no escritório de manhã, trabalha todo o dia e noite faz o
voo para Lisboa. O Director de Qualidade Comandante Sopas tem por
hábito começar a trabalhar no escritório por volta das 07:00, passando
o dia todo a trabalhar e faz de seguida o voo da noite para Cabinda
(ou outro voo no período nocturno).
Em um determinado dia, o Co-Piloto se serviço do Voo Dubai – Luanda
aterrou em Luanda por volta das 17:00 Locais, nesse mesmo dia
apresentou-se nas operações de voo as 23:00 locais para ser
posicionado no Dubai, voando como extra - crew. Depois de aterrar no
Dubai mudou-se para Cockpit para efectuar, passadas aproximadamente 2
horas, como Co-Piloto de Serviço o voo Dubai – Pequim! Isto é
inadmissível.

Para terminar, apelo a quem de direito para que tome com urgência as medidas necessárias para alterar o rumo desta situação. A não ocorrência de uma mudança drástica em curto espaço de tempo resultará numa grande tragédia. Sem mudança aproximamo-nos do acidente, resta saber a que distancia o mesmo se encontra.

Cumprimentos,

Piloto TAAG.


um angolano traidor e um creolo

mbunda yami | 06-10-2010

valeu o premio pela traição, mas ele não sera o verdadeiro estado maior, por que atras dele esta o gutto natural de ilha do sal cabo verde que mente ser de cabinda.

Finalmente justiça foi feita

Maxinde | 06-10-2010

Tardo mais justiça foi feita o General Nunda ja Provo que apesar do mesmo ser um proviniente, mais ele tem os interesse da naçao acima de tudo e como oficial superior do nosso exercito esse espirito esteve sempre presente tanto nos momentos mais defisil do pais ou seja na Guerra pois eleitoral, como na construçao de um novo exercito reconciliado. Egonarantes forom sempres aqueles que mesmo tendo o Homem sobre escuta e vigilancia criaram um clima de descofiança em prejuizo do estado em particular das FAA, mais nunca tive duvida que estavamos perante um grande nacionalista profissional e copotente, o que esparamos deste seu mandato e que aquela discipilina que as extintas forças do Galo negro tiverom no qual voce foi um dos fiscais e cumpridor fosse imposta no nosso glorioso vencedor exercito para o bem da nacao e de tudos Angolanos. Quem tambem esta de parabens e o camarada Presidente da Republica pelo Sintido de Justiça e criterio de egualidade na abordagem de sertos assuntos que muita das vezes sao ofuscado pela tendencia execessiva do protecionismos partidario pondo em causa a qualidade no cumprimento de muitas das tuas valiosas orientaçoes em beneficios nao so dos nossos camaradas mais de toda nacao bem haja camarada presidente.

Novo comentário

Reflexão da semana

A Má Gestão das Empresas Públicas - Ricardo Amorim

Numa manhã do mês de Dezembro, a cidade de Almada foi surpreendida por uma chuva de peças de motor oriundas de um avião da TAAG que sobrevoava os céus portugueses, por sinal, o avião pertencia a mais recente frota comprada pela Transportadora Aérea à Boeing, portanto, tratavam-se de aviões novos.   A aquisição da frota implicou um avultado investimento público e...
<< 3 | 4 | 5 | 6 | 7 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!