Eleições no Brazil: A derradeira cartada de Serra e Dilma

Eleições no Brazil: A derradeira cartada de Serra e Dilma

 Se algum dos dois candidatos presidenciais ainda tem alguma carta decisiva na manga, vai ter que mostrá-la no debate desta sexta-feira na Globo, última oportunidade de ambos para tentarem convencer os eleitores a votarem neles no próximo domingo, dia 31.

 
A candidata governamental, Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores, e o oposicionista José Serra, do Partido da Social Democracia brasileira, já se enfrentaram em outros nove debates desde o início desta longa e desgastante campanha, que já dura há três meses, mas talvez nenhum desses eventos tenha tido a importância deste, por ser a derradeira oportunidade de cada um.
 
A necessidade de fazer ou dizer algo determinante é muito maior para José Serra. De acordo com as sondagens, e dependendo de cada instituto, ele aparece entre 12 a 17 pontos atrás de Dilma Rousseff, uma diferença que parece intransponível, a menos que uma novidade absolutamente inesperada e bombástica altere esse quadro.
 
Já para Dilma, apesar do revés que sofreu no último momento na primeira volta, a postura mais indicada é a moderação, limitando-se a reiterar propostas e a garantir aquilo que parece ser a vontade da maioria, manter os rumos da política económica traçados durante o governo Lula.
Dilma e Serra vão responder a perguntas feitas desta vez não pelo jornalista que modera o debate, mas por eleitores que se declararam indecisos em sondagens e foram seleccionados em várias regiões do país.
 
Esses eleitores que ainda não definiram a sua posição vão poder eliminar as suas dúvidas ao vivo, frente a frente com os candidatos, que estarão a poucos passos na arena montada pela Globo e, quem sabe, tomarem ali mesmo a sua decisão de voto.
 
 
Fonte: Correio da manha

 

Comentario

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário

Reflexão da semana

A Má Gestão das Empresas Públicas - Ricardo Amorim

Numa manhã do mês de Dezembro, a cidade de Almada foi surpreendida por uma chuva de peças de motor oriundas de um avião da TAAG que sobrevoava os céus portugueses, por sinal, o avião pertencia a mais recente frota comprada pela Transportadora Aérea à Boeing, portanto, tratavam-se de aviões novos.   A aquisição da frota implicou um avultado investimento público e...
<< 3 | 4 | 5 | 6 | 7 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!