Angolanos Na Inglaterra Realizam Manifestação De Repudio Pela Morte De Mubenga

Angolanos Na Inglaterra Realizam Manifestação De Repudio Pela Morte De Mubenga

 


COMUNICADO DE IMPRESA
 
 
Na sequência da morte do cidadão angolano Jimmy Mubenga, ocorrida no passado dia 12 de Outubro, as mãos dos guardas da empresa de segurança  G4S, contratada pelo Home Office (Ministério do Interior Britânico), durante o processo da sua remoção do Reino Unido para Angola, a AICA (Acção de Intervenção e Cidadania para Angola), UAUK  (Union of Angolans in UK),  No Borders, Corpaorate Watch, Inquest, Free Movement, London No Borders, Medical Justice e National Coalition of Anti Deportation Campaigns,  informam o seguinte:
 
 
1. 12 dias após as instituições acima mencionadas solicitarem a metropolitam Police (Policia Britânica), autorização de uma marcha pacífica em sinal de protesto contra o ato violento dos guardas da companhia G4S, que causou a morte de Jimmy Mubenga, a Policia da zona de Westminster, respondeu favoralmente no dia 22 de Outubro a solicitude. 
 
 
2. A marcha realizar-se-á na próxima Sexta-feira 12 de Novembro e, terá como local de partida, defronte da Embaixada de Angola, situada no numero 22, Dorset Street, London  W1U 6QY, as 10.30 e culminara no Home Office (Ministério do Interior) no numero 2 Marsham Street, London SW1P 4DF onde angolanos e amigos de Angola se manifestarão em repudio pela morte de Mubenga.
 
 
3.   Será entregue ao Home Secretary (Secretaria do Estado – do Interior) Theresa May, uma carta, exigindo ao Home Office, em função do elevado número de denúncias de violência praticada por guardas da G4S, durante o processo de deportação, uma investigação completa, transparente e aberta ao público, em torno da morte de Jimmy Mubenga. Os organizadores da marcha, solicitarão ainda, a Secretaria de Estado, o fim imediato do uso excessivo de forca durante a deportação de cidadãos angolanos do Reino Unido para Angola.
 
 
4. Durante a manifestação, discursarão altas figuras da comunidade angolana e da sociedade  Britânica a destacar, Jeremy Corbyn, membro Parlamento Britânico e o poeta Benjamin Zephaniah.
 
 
 
A manifestação do dia 12 de Novembro, é completamente apartidária e carece de qualquer motivação politica. A organização apela a todos angolanos, residentes no Reino Unidos, desde diplomatas, estudantes, profissionais e comunidade angolana no geral a não pouparem esforços para garantir o êxito deste ato de solidariedade, união e irmandade entre os angolanos, participando maciçamente na marcha, de modos a pressionar as autoridades Britânicas a não deixar impunes os assassinos do cidadão Angolano, Jimmy Mubenga.                                                                                         
                                                                
                                                                      Londres 07 de Novembro de 2010
                                      AICA (Acção de Intervenção e Cidadania para Angola)
                                                                         UAUK (Union of Angolans in UK)
 
 
 

 

Comentario

Mangolé nacionalista

Sapo - Liverpool | 08-11-2010

ele nao era angolano era CONGOLES.

Re:Mangolé nacionalista

m.soares | 08-11-2010

isto nao vem ao caso trata-se do modo como eles tratam os deportados a violencia que usam o ser ouu nao ser angolano e um pequeno permeno a verdadeiros angolanos nesta situacao. seu burro!!!!

Re:Re:Mangolé nacionalista

Anonimo | 13-11-2010

Burro porque? E o porque q nao tem nada a ver uma vest que o assunto e sobre Angolanos? Entao tu demostras que simplesmente conflito e bem- vindo pra ti. O Homem nao e ANGOLANO e CONGOLES

Anião faz a força

lutuima. job | 08-11-2010

eu vivo na alemanhã vou participar na marcha.
A união faz a força

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!