Invasão de garimpeiros leva ministro à fronteira

Invasão de garimpeiros leva ministro à fronteira

 O ministro do Interior, Roberto Leal Monteiro "Ngongo", preside amanhã, na Lunda-Norte, o acto central do 26 de Agosto, Dia da Criação da Polícia de Guarda Fronteira.

 

 

O ministro do Interior, refere o programa de visita, é recebido à chegada pelo governador da Lunda-Norte, Ernesto Muangala, de quem vai receber informações sobre a situação política, social e económica do território.


O programa reserva visitas a alguns postos fronteiriços, no âmbito do programa de requalificação e reequipamento das forças da corporação, que visa a melhoria no controlo do movimento ilegal migratório.


O acto central do Dia da Criação da Polícia de Guarda Fronteira realiza-se numa localidade onde a imigração ilegal constitui grande preocupação das autoridades.


As autoridades da Lunda-Norte receiam “nova invasão” às reservas diamantíferas, por pessoas de várias nacionalidades, a partir da fronteira com a República Democrática do Congo. 


O governador Ernesto Muangala afirmou, recentemente, que a situação "preocupa bastante" por ser "sustentada por esquemas de entrada, fixação e protecção de estrangeiros através de comités de recepção".


Os indivíduos são encaminhados preferencialmente para as áreas de garimpo, o que, frisou, está também a influenciar o regresso das populações locais a àquela actividade.


Para contrapor a situação, o governador pediu o reforço da fiscalização ao longo da fronteira e defendeu também operações conjuntas da Polícia Nacional com as Forças Armadas Angolanas e "outros órgãos indispensáveis no controlo das áreas diamantíferas tidas como reservas do Estado".

Ernesto Muangala quer, também, maior   envolvimento das autoridades tradicionais e eclesiásticas e das administrações municipais e comunais no reforço do exercício da autoridade do Estado para desencorajar o movimento imigratório e o tráfico ilícito de diamantes. 


O conselho consultivo do comando provincial da Polícia Nacional, realizada no princípio do mês, analisou, entre outras matérias, o relatório da situação operativa do segundo trimestre deste ano, a situação de imigração ilegal e do garimpo na província.


A reunião recomendou maior atenção ao controlo transfronteiriço, ao de tráfico de menores e de drogas e a outras práticas criminais, sobretudo as que atentam contra a integridade física e moral das pessoas.

Comentario

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!