Assassínios no Rio duas vezes superiores a civis mortos na guerra do Afeganistão

Assassínios no Rio duas vezes superiores a civis mortos na guerra do Afeganistão


O número de homicídios no Rio de Janeiro, apenas no primeiro semestre deste ano, supera em mais de duas vezes o número de civis mortos na guerra do Afeganistão no mesmo período. Os dados são alarmantes e contrastam uma situação de estado de guerra, em que vivem países como o Afeganistão, e registos de violência letal em cidadãos nas grandes cidades em situação de paz. 

Segundo dados divulgados pelas Nações Unidas, 1.271 civis morreram no Afeganistão nos primeiros seis meses de 2010. O que impressiona aos olhos de investigadores e cientistas sociais é que, numa comparação com casos de homicídios no Rio de Janeiro, o número de assassínios registados foi 2.556 de Janeiro a Junho, de acordo com dados do Instituto de Segurança Pública do estado. Em São Paulo, a maior metrópole do Brasil, os números também assustam.

Os homicídios no estado paulista somam 2.412, quase 90 por cento maior em relação ao Afeganistão. Na avaliação da socióloga Jaqueline Muniz, directora do Instituto Brasileiro de Combate ao Crime, os casos de situações de guerra como no Iraque ou Afeganistão são “fenómenos e dinâmicas” diferentes. “Esse contraste do número de civis mortos ajuda a qualificar a magnitude dos números de violência letal.

É uma indicação de que os números de violência letal nas grandes capitais brasileiras têm sido altos”, disse a especialista em segurança pública da Universidade Cândido Mendes. “Temos um problema sério para resolver nas grandes cidades latino americanas.

 

Rio de Janeiro, São Paulo e Recife ainda seguem com índices elevados comparado às cifras de outras cidades internacionais”, analisa Muniz. Segundo a socióloga brasileira, esses números sinalizam a complexidade da segurança pública, o problema das grandes cidades e o desafio para enfrentá-lo.   

 

Fonte: NL

Comentario

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário

Reflexão da semana

Os Últimos Dias De Savimbi - José Gama

Entre os dias 4 e 8 de  Abril  de 2001,   a UNITA reuniu a sua direcção e militantes,  para reflectir estratégias naquilo que veio a ser  sua 16ª conferência partidária cuja discussão  interna  atribuía-lhe particularidades de  um congresso. O local escolhido foi a  área de saluka, na nascente do rio Kunguene, um afluente do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

 

www.a-patria.com      O portal de noticias de Angola

 

 

Clique no botão Play para tocar o Ipod!

As músicas tocarão automaticamente!



 

Publicite no nosso Site!